domingo, 6 de maio de 2012

Vinte anos depois do conflito da Bósnia


Vinte anos de conflito na Bósnia

O mês de Abril marcou os  20 anos desde o início da guerra na Bósnia. O conflito, que durou mais de três anos, deixou mais de 100.000mortos e quase dois milhões de deslocados, em um confronto de três culturas e uma única civilização, muçulmanos bósnios,croatas católicos e sérvios ortodoxos. Todos falando a mesma língua, servo-croata.Duas décadas depois, o país organizou um debate público aberto com a participação de quatro jornalistas que contaram o conflito do campo. Gervasio Sánchez, Maite Rico, Jose Luis Alberto Marquez e Sotillo  reuniram-se nas Belas Artes de Madrid no dia 12 de Abril Quinta-feira às oito da noite para tentar responder a algumas perguntas: Que mistérios conteve os 44 meses conflito? Sera que foram fechadas todas as feridas?


Entenda o conflito da Bósnia e a prisão de Radovan Karadzic

Ex-líder sérvio na Bósnia é acusado de crimes e genocídio durante a guerra.
Para seus seguidores, ele apenas 'defendia o seu povo'.


Foto: AFP
Montagem mostra Radovan Karadzic em 1994 (esq.) e em 2008. (Foto: AFP)
O ex-presidente sérvio da Bósnia Radovan Karadzic foi preso no dia 21 de julho na Sérvia e foi transferido nesta quarta (30) para a cidade holandesa de Haia para ser julgado pelo Tribunal Penal Internacional por crimes de guerra, crimes contra a humanidade e genocídio -embora seus seguidores digam que ele apenas defendia o seu povo durante a Guerra da Bósnia.





Leia a seguir a cronologia do conflito:

1992
29.fev-1.mar - Os muçulmanos e croatas da Bósnia votam pela independência em relação à Iugoslávia, num referendo boicotado pelos sérvios.

6.abr - A União Européia reconhece a independência Bósnia. Começa a guerra, e os sérvios, sob a liderança de Radovan Karadzic, cercam a capital, Sarajevo. Eles ocupam 70 por cento do país, matando e perseguindo os muçulmanos e croatas a fim de estabelecer uma República Sérvia.

Maio - A ONU impõe sanções à Belgrado por apoiar os rebeldes de etnia sérvia na Croácia e na Bósnia.

1993
Jan - Iniciativas de paz fracassam, e os muçulmanos e croatas, antes aliados, passam a guerrear entre si.

Abr - A ONU declara Srebrenica, Zepa e Gorazde, no leste da Bósnia, como "áreas protegidas". A Unprofor (Força de Proteção da ONU) envia tropas, e os ataques servo-bósnios param. Mas as cidades permanecem isoladas, e poucos comboios humanitários chegam até lá nos dois anos seguintes.

1994
Mar - Um acordo mediado pelos EUA encerra o conflito entre muçulmanos e croatas, que formam uma federação.

1995
Mar - O presidente servo-bósnio, Radovan Karadzic, ordena o isolamento total de Srebrenica e Zepa, impedindo o acesso de todos os comboios humanitários.

9.jul - Karadzic renova a ordem de conquistar Srebrenica.

11.jul - Tropas servo-bósnias, sob o comando do general Ratko Mladic, capturam o encrave do leste do país e a "área de segurança" da ONU em Srebrenica. Na semana seguinte, cerca de 8.000 homens e meninos muçulmanos são mortos. Karadiz e Mladic são indiciados pelo tribunal da ONU em Haia pelo cerco a Sarajevo.

Ago - A Otan bombardeia as tropas servo-bósnias.

21.nov - Depois dos bombardeios da Otan contra os servo-bósnios, os presidentes Alija Izetbegovic (líder muçulmano da Bósnia); Franjo Tudjman (Croácia) e Slobodan Milosevic (Sérvia) aceitam o acordo mediado pelos EUA em Dayton (Ohio).

14.dez - Os três líderes assinam o acordo de Dayton em Paris, permitindo a entrada dos 66 mil soldados da Força de Implementação da Otan na Bósnia. A comunidade internacional estabelece uma presença permanente no país por intermédio de um supervisor internacional da paz.

1996

Jul - O Ocidente obriga Karadzic a deixar a liderança servo-bósnia.

Set - Partidos nacionalistas vencem a primeira eleição do pós-guerra, confirmando a divisão étnica da Bósnia.

1997
Fora do poder, Karadzic cai na clandestinidade.

2002
12.fev - O ex-presidente iugoslavo Slobodan Milosevic é levado a julgamento por 66 acusações de genocídio e crimes de guerra na Bósnia, na Croácia e em Kosovo.

2003
Dez - Um ex-comandante da Otan diz ao tribunal que Milosevic sabia dos planos servo-bósnios de massacrar muçulmanos em 1995 na Bósnia.

2004
11.jun - Sob pressão internacional, o governo servo-bósnio finalmente admite que os sérvios massacraram milhares de muçulmanos em Srebrenica sob ordens de Karadzic.

2006
11.mar - Milosevic é achado morto na sua cela, em Haia.

2008
21.jul - A Sérvia anuncia a prisão de Karadzic.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário