sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

MARCHA DA FAMÍLIA COM DEUS, POR UM BRASIL JUSTO E LIVRE !!

A democracia fracassou no Brasil ? Regime militar pode voltar?





A democracia fracassou no Brasil? Regime militar pode voltar?

Eles querem a Volta dos Militares! Eles vão marchar dia 22 de março em várias capitais. Quem são essas pessoas e o que eles realmente desejam? Fanpage de Rachel Sheherazade apoia o evento. #marchadafamilia22 

    Pedir às forças armadas que intervenham na política é algo perfeitamente plausível para milhares de cidadãos brasileiros. Eles se pautam no artigo da CF de 1988 que diz que as instituições militares devem garantir a lei, a ordem e os poderes constituídos. Essas pessoas há alguns meses têm articulado

uma grande manifestação planejada para o dia 22 de março com o objetivo de dizer ao Brasil e ao mundo que desejam uma  nova intervenção militar no Brasil. Eles não negam que os militares erraram em alguns pontos durante a ditadura, mas reconhecem que sua ação foi precisa no sentido de ter livrado o país de se tornar um país comunista. Alguns dizem que os militares, caso intervissem agora, deixariam o poder em pouco tempo, ficando em seu lugar um governo provisório, formado por civis de conduta ilibada.

Em 2013 ocorreram algumas concentrações com o mesmo objetivo, principalmente no Rio e São Paulo, a participação foi pequena. Contudo, esse ano os grupos engajados nessa campanha parecem estar mais organizados, já confeccionaram cartazes, flyers e publicaram várias chamadas de vídeo para o evento. Uma das organizadoras avisa que a polícia e órgãos de segurança já foram convocados para prestar apoio às manifestações. Vários sites tem apoiado o movimento, que se alastra mais rapidamente na medida em que se aproxima a data marcada. Os organizadores informam que entre os divulgadores da Marcha da Família com Deus está a fanpage Rachel Sheherazade, a página tem mais de 50 mil seguidores.

   Acessando os links fornecidos pela organização pudemos calcular que os grupos e páginas que aderiram ao evento contam com cerca de 35.000 pessoas que participam diariamente, comentando e mencionando os artigos nas redes sociais, principalmente no twitter e facebook. Contudo, o número de seguidores das páginas ultrapassa 350.000, um número assustador, principalmente levando-se em conta que na internet ninguém é passivo, todos são multiplicadores de informação.

   Eles não defendem nenhum partido político, criticam a doação de dinheiro para o governo cubano, criticam o sistema de saúde, a contratação de médicos cubanos pelo governo e gastos para a realização de grandes eventos esportivos em um Brasil que não proporciona aos seus próprios cidadãos uma qualidade de vida pelo menos razoável.

Entre as solicitações do movimento estão:  1 - destituir a presidente Dilma Rousseff do cargo de presidente da republica, e o vice-presidente Michel Temer por estarem inaptos a ocuparem seus cargos e por não conterem mais a confiança e legitimidade do povo brasileiro. 2 - dissolver o Congresso Nacional  3 - prisão de todos os conspiradores por corrupção e alta traição, ao servirem voluntariamente a interesses estrangeiros contra o Brasil através do foro de São Paulo, que é uma invasão sigilosa do território nacional executada por países estrangeiros liderados pelo regime de Cuba através de agentes infiltrados, também por associação aos narcotraficantes das FARC e pelo desvio das riquezas nacionais para beneficiar outros países. 4 - dissolução de todos os partidos e investigação com punição à organizações e partidos integrantes ou apoiadores do Foro de São Paulo. 5 - Intervenção em todos os governos estaduais e municipais e seus respectivos legislativos sob a mesma forma dos itens 1 e 2. 6 - combate sistemático à corrupção e subversão. 7 - intervenção no STF, cuja presença de ministros simpáticos aos conspiradores é clara e evidente.  


   Quando questionados sobre possiveis confrontos com militantes de esquerda, que prometem comparecer ao local, e até realizar uma marcha em paralelo, os defensores da intervenção militar dizem que não ha nenhum tipo de receio, pois a polícia e demais orgãos de segurança já foram informados sobre a manifestação.

    Nos últimos meses a discussão entre esquerda e esquerda é cada vez mais intensa no Brasil. A esquerda chama os organizadores dessa manifestação de reacionários, fascistas e extremistas de direita. Talvez eles sejam realmente reacionários, afinal, pedem uma reação contra os desmandos perpetrados pelo governo atual. Porém, acusa-los de Fascismo e de ser de extrema de direita não é plausível. Quem se opõe ao evento cita principalmente a tortura e autoritarismo como características dos militares.

   Foi marcado também para o dia 22, no mesmo local, a "Marcha Antifascista", organizada pelo grupo Ação Antifascista Brasil. A chamada é atrevida e merece a atenção das autoridades, ja que ao contrário dos manifestantes da Marcha da família, o grupo que se diz anti-fascista promete uma BADERNA, veja: "já que eles querem tanto a ordem, vamos trazer para a burguesia a verdadeira "baderna do povão" já que como disse o ilustre DITADOR Figueiredo "Prefiro o cheiro de cavalos ao do povo". 

   A grande mídia tem se calado em relação a Marcha da Família com Deus marcada para o final desse mês. O silêncio pode ser um sinal de que o evento realmente oferece perigo à ordem vigente. É certo que no mínimo causará um considerável prejuizo político para o governo atual e a grande verdade é que os manifestantes da marcha da família tem direito de expressar sua opinião, isso é endossado pela constituição federal, e as autoridades tem de garantir esse direito.

     Aqueles que são a favor do governo atual também tem direito de se manifestar, desde que de forma pacífica. Se houver algum tipo de baderna, confronto ou confusão, a repercussão poderá ser maior ainda, dando voz àqueles que a mídia quer calar, por isso a estratégia mais racional para os grupos que simpatizam com a esquerda será se manter o mais longe possível, deixando sua manifestação para outro momento. 

    Esse mes de março, aniversario de 50 anos da intervenção militar no país, promete ser bem movimentado, parece que a direita, antes calada, pretende mostrar sua força. Se existe uma quantidade tão grande de pessoas que pede uma intervenção militar certamente há muita coisa errada acontecendo no Brasil. Será que nossa democracia fracassou mesmo, precisamos começar de novo?

PATRIOTAS ! DIA 22 DE MARÇO, TODOS JUNTOS NAS RUAS DIZENDO UM NÃO A TIRANIA DO PT EM APOIO AOS IRMÃOS VENEZUELANOS E CONTRA A DITADURA ESQUERDISTA, ESPALHEM, CHAMEM A TODOS, VAMOS REALIZAR A MAIOR PASSEATA DE TODOS OS TEMPOS EM DEFESA DE NOSSA PÁTRIA !

NOSSA BANDEIRA É VERDE E AMARELO E NÃO FOICE E MARTELO




http://sociedademilitar.com.br  




Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário