domingo, 19 de maio de 2013

Evangélicos demonstram sua força boicotando novela de Glória Perez e, Salve Jorge chega ao final com a pior audiência na história da Rede Globo


 Salve Jorge chega ao final com a pior audiência na história da Globo

A novela Salve Jorge, escrita por Glória Perez, chegou ao seu último capítulo nesta Sexta dia 17/05/2013, acumulando críticas de ordem técnica e baixa audiência.

A estreia da novela foi marcada por protestos nas redes sociais devido ao nome, que faria referência a uma entidade de religiões afro e a um santo católico.


Com média de 34,3 pontos no Ibope, Salve Jorge é considerada a pior produção da TV Globo em audiência na história, abaixo inclusive da novela Passione, de Silvio de Abreu, exibida entre 2010 e 2011, que alcançou média de 35,3 pontos.

Porém, Salve Jorge desagradou ao público evangélico pelo nome dado pela autora ao seu folhetim. Embora a emissora tenha argumentado diversas vezes que o título da atração era uma saudação ao guerreiro, como referência ao mítico cavaleiro que teria matado o dragão, a pecha de que seria alusão às religiões afro pegou.

Na estreia, um boicote organizado através das redes sociais mobilizou evangélicos a trocarem a habitual novela das 21h00 na Globo por outras atrações nos demais canais abertos. No programa Mais Você deste sábado, Glória Perez lembro do episódio e disse a Ana Maria Braga que “houve uma campanha muito estranha contra a novela. Um mês antes de estrear já tinha crítica pronta”, reclamou. O boicote levou a autora a protagonizar discussões públicas com os telespectadores através do Twitter, onde chegou a se referir aos autores da mobilização como imbecis.

A novela tem a seu favor o fato de ter trazido à discussão a questão do tráfico humano, e entre analistas do ramo, essa questão tem sido elogiada, de acordo com a colunista Cristina Padiglione, do jornal O Estado de S. Paulo.

COMENTÁRIO VINI SILVA - 

Glória Perez autora da novela é conhecida por sempre em suas novelas fazer alguma alusão aos Evangélicos e, sempre de uma forma depreciativa. Me lembro de uma novela ainda na antiga Manchete chamada Carmem, onde aparecia uma mulher incorporada tripudiando sobre os Evangélicos, uma crente que se entregava aos espíritos e as pombas giras. Seis anos depois sua filha é assassinada de uma maneira brutal com seis tesouradas em volta do coração como num ritual macabro de magia negra, Glória Perez também teve um outro filho morto. Mas mesmo assim continua tripudiando em cima das coisas de Deus, como no final de Salve jorge onde a personagem Wanda se "converte"

Muitos evangélicos consideraram o destino dado à personagem como um deboche à fé evangélica, por supostamente retratar uma pessoa que afirma aceitar Jesus para esconder os erros cometidos no passado. Wanda tentou ainda converter sua ex-chefe no crime, que respondeu dizendo que precisava era de um “conde italiano” e que “cada um se defende como pode”.

A conversão da personagem foi um dos assuntos mais mencionados nas redes sociais. Muitas pessoas consideraram o destino dado à personagem como um deboche aos evangélicos e afirmaram que ter se tratado de uma crítica de Glória Perez, autora da novela, ao ator Guilherme de Pádua, responsável pelo assassinato de sua filha, e que se converteu enquanto estava preso.

- A tentativa de passar a imagem de que a pessoa pode errar à vontade e quando for para trás das grades, basta aceitar Jesus, é um verdadeiro achincalhe à fé evangélica – comentou o blogueiro Paulo Teixeira, que também listou mensagens publicadas por outros evangélicos nas redes sociais sobre o tema:

- Glória Peres tem todos os motivos para não gostar do Guilherme de Pádua, agora fazer um deboche com o povo evangélico não, merecemos respeito.

- Indireta da Titia Glória Perez ao assassino da sua filha Guilherme de Pádua, foi a Wanda ter virado evangélica.

- Glória Perez mandou indireta para o assassino de sua filha Guilherme de Pádua, como Wanda ele virou evangélico. Agora fez sentido.

- Momento de coerência da Gloria Perez nessa novela: tirar onda com o Guilherme de Pádua colocando a vilã virando pastora e aceitando Jesus.

- A Wanda evangélica? uma forma da Glória Perez criticar o Guilherme de Pádua por ter se tornado evangélico no presidio depois de tudo que fez.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário